Qin na em chinês: 擒拿, Qínná, Qin'na ou Chin na) é uma arte marcial chinesa, cujo fulcro reside nas técnicas de imobilização e controle do oponente, isto é, praticam-se golpes direcionados a específicos pontos de pressão e distensão de articulações, tendões e músculos, no fito de submeter o adversário, fazendo-o com que desista de prosseguir no eventual ataque.

O nome pode ser traduzido como «pegar», «segurar»; os ideogramas chin e na significam agarrar ou segurar e controlar, respectivamente.

CARACTERISTICAS DO CHIN'NA

As técnicas englobam golpes que vão desde o simples agarramento até projeções, isto é, arremesso do adversário. Sendo que as técnicas estão relacionadas não somente com o controlo do adversário em si, mas em controlá-lo por intermédio do uso das linhas nas quais fluem a energia corporal, ou chi. Diz-se haver 108 pontos. Há vários tipos de técnicas, sendo que algumas delas são fáceis de dominar.

Existem quatro divisões principais entre os métodos da modalidade:

 

Nível básico

Fen jin (divisão muscular)

Tsuo kuo (deslocamento ósseo)

Nível avançado

Bih chi toan mie (impedimento do fluxo de ar ou de sangue)

Tien hsuen (pressão nos pontos de energia)

chin na.jpg
a5e86ea0-baf5-437b-b034-f777630d0430.JPG

Chin Na

Chin Na Na escola WCKB